24 de novembro de 2021

Semana Black Friday

Começa nesta quinta-feira, dia 25, a nossa Semana Black Friday.

A ideia era criar uma oportunidade única para quem acompanha nosso trabalho e deseja completar a coleção ou presentear alguém. Algo realmente diferenciado. Todo mundo sabe que não é nada fácil para quem trabalha com produção autoral e independente conseguir entrar no esquema de graaaandes ofertas, mas a gente dá um jeito. Fizemos um malabarismo aqui e vamos dar 50% de desconto em alguns títulos entre os dias 25 e 28 de novembro. Para fechar a conta precisamos criar algumas condições:

- O desconto especial será em UM TÍTULO por dia. Durante 24 horas esse título estará na loja com 50% OFF. Dá uma olhada na imagem da postagem e veja quando cada dia estará em oferta.

- ESTOQUE LIMITADO. Disponibilizaremos um número específico de exemplares com esse desconto (30 exemplares de cada título - TOTAL de 120 exemplares), se esgotar antes do prazo o valor do livro volta ao preço normal da loja. Portanto, FIQUE ATENTO!

Resumindo, a oportunidade está dada, mas tem que correr para aproveitar. Se quiser aproveitar para dar de presente e pedir dedicatória, só avisar no campo de observações que o livro irá autografado pelo ORLANDELI. (claro, a dedicatória pode ser em seu nome também :))

Mais uma coisa. A promoção de FRETE GRÁTIS continua valendo mesmo para os livros da Black Friday, ou seja, se levar mais qualquer outro título da loja, o envio é por nossa conta.

Então é isso. Começa amanhã, quinta-feira dia 25/11, com o livro Os olhos de Barthô, livro finalista no Prêmio Jabuti de 2020. Acesse a loja www.lojaorlandeli.com.br e boas compras.

1 de novembro de 2021

Novos Stickers do O mundo de Yang

Criamos mais cinco figurinhas do universo do O mundo de Yang para você interagir com seus amigos pelo Whatsapp ou nas redes sociais. Para facilitar, reunimos as figurinhas antigas com as novas e colocamos tudo em um só pacote. Agora são 15 figurinhas cheias de expressividade com os personagens da série..

A instalação é super simples, você vai precisar apenas do app Sticker.ly . Clique no link abaixo usando o seu aparelho celular e, rapidinho, as figurinhas já estarão na biblioteca do Whats.

https://sticker.ly/s/3XAMQF

Se preferir, também pode baixar os arquivos como imagem. As 15 imagens estão reunidas em uma pasta no google drive no formato PNG, já com fundo recortado. Só acessar e baixar.

https://drive.google.com/drive/folders/1XoHzwd7La8rY58-xjMPWMhZIJpa6IAoE?usp=sharing

A criação das cinco novas figurinhas faz parte da recompensa de meta estendida da campanha do livro O Mundo de Yang - Dois Cortes, que realizamos recentemente pelo Catarse.

Se você ainda não conhece o livro, pode conferir ele AQUI.

20 de setembro de 2021

Comunidade Yuba em quadrinhos – 3 de 3

Última tira da série sobre a comunidade Yuba que fez parte do “Circuito Sesc de Artes”, com iniciativa do Sesc Birigui.

Uma das coisas que mais me fascinou durante o processo de conhecer um pouco mais sobre a Yuba é essa relação com a arte. Uma relação não apenas contemplativa, mas de ser algo realmente fundamental para vida da própria comunidade.

O fundador, Isamu Yuba, desde o início entendeu que a arte deveria estar presente, fez um esforço para trazer artistas para morar na comunidade. Entre eles Hisao Ohara, escultor que viveu na comunidade até falecer, e sua esposa Akiko Ohara, bailarina responsável por iniciar uma fase cultural importante com a construção do Teatro Yuba. Essas apresentações levaram a arte de Yuba para vários cantos do país e até fora dele.

A arte é presente desde cedo na vida dos moradores. Instrumentos musicais, dança, coral, poesia… Fazem parte da comunidade com a mesma naturalidade que instrumentos agrícolas, o cultivo da terra e outras tarefas do dia a dia. Um lugar onde é possível ver um trator e um piano de cauda dividindo espaço no mesmo pavilhão.

A própria arte presente em Yuba acabou servindo de elemento para a construção da HQ. Nas pesquisas acabei descobrindo o trabalho da fotógrafa Lucille Kanzawa, que conheceu Yuba anda criança e decidiu registrar em livro esse olhar. “Yuba" é o resultado de sete anos de documentação fotográfica realizado na comunidade. O primeiro quadro é uma releitura de uma das fotos que achei mais impressionante, traduz em imagem muito do que senti dessa relação da arte que se mistura com a própria vida. 

Foto de Lucille Kanzawa que integra o livro "Yuba".

A parte da dança é uma menção a uma apresentação Butô de Yoshito Ohno que aconteceu em Yuba em um reencontro com Akiko Ohara. Por último, uma referência às esculturas em granito de Hisao Ohara, expostas em um jardim ao ar livre.

Foi realmente gratificante participar desse trabalho e conhecer melhor essa comunidade.

Em um mundo cada vez mais acelerado onde tudo é feito de forma prática e sem profundidade, Yuba acaba sendo uma forma de lembrar que viver é sentir, e só sente àquele que se coloca presente diante dos momentos que a vida oferece.

:)

16 de setembro de 2021

Comunidade Yuba em quadrinhos – 2 de 3

Continuando com a série de três HQs sobre a comunidade Yuba proposto pelo Sesc Birigui para o “Circuito Sesc de Artes.

Aqui a proposta era falar sobre a relação com a agricultura, que é um dos pilares da comunidade. Nasci e cresci no interior, minha mãe trabalhou em fazenda… A relação com a terra é algo que nem me é tão distante assim.  Não tenho dúvidas, inclusive, que essa vida no interior foi um dos motivos que fez o Sidney Gusman me convidar para a releitura do Chico Bento que integra o selo Graphic MSP. O que já rendeu dois livros: Arvorada (2017) e Verdade (2021).

Conversando com a comunidade para entender melhor essa relação, percebi que a ligação com a terra vai um pouco além do cultivo com intenção de gerar recursos econômicos. E olha que são  famosos pelo cultivo de goiaba, que é apreciada e comercializada por toda a região.

Mas o “mexer com a terra” tem outro sentido também. Desde o início Isamu Yuba colocou a atividade da agricultura como fundamental. É uma forma de se conectar com a vida e entender que esse movimento tem um tempo próprio, que exige um olhar atento para cada fase. Uma forma de estar sempre presente.

Existem outras formas de renda dentro da comunidade, mas mesmo se elas começassem a render mais que a agricultura, é entendido que não se deve parar de “mexer com a terra”, pois é, antes de qualquer coisa, uma forma de enxergar e agradecer pela vida.

Lembrando das histórias que minha mãe contava e também da própria essência do Chico Bento, penso que essa ligação íntima com a natureza é algo muito presente não apenas em Yuba, mas no coração daqueles que vivenciam o movimento da vida mais de perto, o trabalhador rural.

As HQs estão publicadas no perfil do Instagram do Sesc Birigui @sescbirigui

Logo mais comento a última HQ, a que mostra a relação com a arte. :)

3 de agosto de 2021

Tirinha do Yang – 04

27 de julho de 2021

Tirinhas do Yang – 03

22 de julho de 2021

Tirinhas do Yang – 02

20 de julho de 2021

Tirinhas do Yang – 01

20 de julho de 2021

Tirinhas do O Mundo de Yang

O Mundo de Yang ficou um pouco maior. Agora, além das aventuras cheias de humor e reflexão dos livros da série, você também poderá acompanhar a jornada do garoto Yang no formato tiras. O material será publicado aqui no blog e nas redes sociais (insta, face, twitter @orlandeli). Toda semana vai ter tira nova.

Quem acompanha o Yang desde o começo sabe que o primeiro livro é formado por várias narrativas curtas. Isso porque originalmente a série era publicada semanalmente nas páginas do jornal Diário da Região. A junção dessas narrativas formam uma história maior.

Com o fim da publicação no jornal, não existia mais a obrigação de estruturar a história em várias tiras. Apesar da narrativa fluir de forma muito bacana, perdia-se vários recursos narrativos que poderiam deixar a história mais interessante. Por isso, já no segundo livro, Rumo ao Sul, a história “Dia Ruim” inaugurou a fase narrativa utilizando as páginas de forma livre. Isso acabou valorizando bastante o aspecto gráfico, com desenhos de página inteira, duplas e demais recursos utilizados nos quadrinhos.

Agora voltamos com as tiras. Diferente da complexidade que existia nas narrativas curtas do início da série, essas buscam uma linguagem mais direta. Diálogos curtos, uma boa dose de humor e, claro, mergulhando em algumas reflexões que permeiam esse mundo e seus personagens. Perfeitas para serem compartilhadas nas redes sociais e encaminhar aos amigos.

Os livros continuarão trazendo as narrativas mais longas, sendo o espaço ideal para ir um pouco mais fundo na história, trazendo narrativas e questionamentos mais complexos, que sempre ficam mais leves e engraçados com a presença do teimoso e inquieto Yang.

Acompanhem as tiras, colecionem os livros e mergulhem no universo do O Mundo de Yang.

O terceiro livro, Dois Cortes, está em campanha no catarse www.catarse.me/yang3 e também pode ser adquirido na nossa loja.